Ganhar dinheiro no verão

Durante as férias de dezembro e janeiro, o empreendedor brasileiro pode aproveitar o movimento intenso nas cidades turísticas para aumentar seus lucros ou investir em algo novo, mesmo que seja um negócio temporário. Mas como ganhar dinheiro no verão?

Há uma série de atividades que podem ser desenvolvidas pelo empreendedor em cidades turísticas. No litoral, é possível trabalhar como vendedor ambulante nas praias, oferecer hospedagem, serviços de limpeza e atividades de lazer. Nas outras regiões do Brasil, como a Amazônia ou o Pantanal, o movimento também aumenta no final do ano. Quem vive por ali pode apostar em negócios temporários para atender a alta demanda, como alimentação e passeios turísticos.

Para ganhar dinheiro no verão é preciso se planejar com antecedência. Certas atividades devem ser desenvolvidas por empreendedores que já têm experiência na área. Para oferecer aulas de surf ou montar uma tirolesa é preciso ter o mínimo de conhecimento – mesmo que o dono do negócio vá contratar um funcionário que entenda do assunto. Além disso, é preciso pesquisar sobre o mercado da cidade para entender em quais atividades é melhor apostar.

Como ganhar dinheiro no verão

1 – Barraca na praia

Abrir uma barraquinha ou trabalhar como vendedor ambulante na praia são as primeiras ideias que vêm a cabeça quando pensamos em verão. Mesmo que seja um negócio temporário ou um bico, é uma forma de aproveitar a sazonalidade. O primeiro passo é definir o setor de atuação. É possível oferecer bebidas, alimentos ou roupas, como cangas, bonés e chapéus. Além disso, há a possibilidade de oferecer o aluguel de cadeiras e guarda-sóis.

2 – Transporte

Mais cidades brasileiras estão aderindo a aplicativos de transporte como Uber, 99 POP e Cabify. Como o movimento em cidades turísticas é intenso no final do ano, o número de motoristas deverá aumentar para atender tantos clientes.

Além disso, se o empreendedor tem carro, van ou ônibus, pode considerar a ideia de oferecer serviços de transporte para os turistas que visitam a cidades nas férias. É possível transportá-los para as praias, pontos turísticos ou até oferecer excursões.

Por fim, donos de barco podem oferecer excursões no mar ou em rios, levando os turistas para pescar, conhecer pontos turísticos ou somente nadar em alto mar.

3 – Lembrancinhas

Turistas costumam comprar lembrancinhas do local para presentear outras pessoas ou se recordar da viagem. O empreendedor que já trabalha com artesanato, por exemplo, pode lucrar vendendo esses presentes em pontos turísticos, praias ou nas regiões mais centrais da cidade.

4 – Lavanderia

Pouca gente pensa nisso, mas turistas que ficam mais tempo na cidade precisam lavar suas roupas. A maioria dos hotéis e pousadas não dispõem de locais para cuidar da lavagem de roupas. Uma solução encontrada pelos serviços de hospedagem é fechar uma parceria com uma lavanderia. O empreendedor também pode oferecer seus serviços de lavagem de forma individual para os turistas, divulgando-os nas praias ou mesmo em restaurantes, pousadas e hotéis que não oferecem lavandeira.

5 – Massagem ao ar livre

Quem não gostaria de fazer uma massagem relaxante na praia, sentindo a brisa refrescante do mar e ouvindo o barulhinho das ondas? Abrir uma barraquinha ao ar livre pode ser um negócio lucrativo, já que o investimento inicial será baixo e a procura provavelmente alta.

6 – Fotografia

Fotógrafos podem fechar parcerias com empresas locais e oferecer seus serviços aos turistas. Muitos levam suas próprias câmeras, mas outros preferem que um profissional faça isso por eles. Uma ideia é fotografar os clientes praticando esportes radicais ou visitando pontos turísticos. Outra possibilidade é fotografar o local e revender as imagens. Nesse caso, vale a pena enquadrar as fotos com uma bela moldura.

7 – Aluguel de equipamentos

Muitos turistas precisam alugar equipamentos específicos quando vão para cidades turísticas, como pranchas de surf, remos ou roupas de mergulho. As empresas que oferecem os passeios geralmente possuem os utilitários, mas há pessoas que já sabem praticar os esportes e não precisam do intermédio de um profissional. Oferecer o aluguel desses objetos é boa oportunidade de negócio.

8 – Delivery de alimentos e bebidas

Serviços de delivery de alimentos e bebidas não são tão comuns em cidades menores. Quando chega a temporada, muitos desses locais investem em bares e restaurantes, mas não em opções que podem ser entregues na casa do cliente. Turistas que alugam apartamentos ou estão hospedados em hostel ou pousadas mais simples podem se beneficiar desses serviços – principalmente se a ideia for oferecer bebidas alcoólicas para aquele churrasco ou comidinhas saudáveis para o dia a dia por um preço camarada. Especialmente na praia, a marmita continua um sucesso.

9 – Passeios e atividades de lazer

Tirolesa, bungee jump, rafting, escalada, parapente, stand up paddle e passeios de buggy são algumas das atrações que fazem sucesso em pontos turísticos – principalmente no meio da natureza, em praias, matas e dunas de areia. Mas para abrir um negócio que ofereça essas atividades, é preciso ter experiência, investir em bons equipamentos e seguir as normas de segurança.

Feche parcerias para ganhar mais

Para ganhar dinheiro no verão, o empreendedor deve conhecer bem a cidade turística e fechar parcerias com outros empreendedores. Donos de lavanderia ou motoristas de vans para transporte de turistas, por exemplo, podem fechar com hotéis. Já os fotógrafos podem fazer acordos com empresas de passeios turísticos.

E aí, pronta para o verão?