lucro ou prejuízo

Fazer as contas para saber se a empresa está dando lucro ou prejuízo é mais do que dever: é obrigação. O processo é bem simples e vamos explicar ao longo deste texto. Uma ferramenta útil para utilizar é o DRE Gerencial, um tipo de relatório que permite fazer uma espécie de raio-X do seu negócio.

O DRE é o Demonstrativo de Resultado de Exercício, ou seja, um resumo da situação financeira da empresa em um determinado período (pode ser mensal, semestral ou anual). A partir de análises de receitas, custos e despesas operacionais ou não, é possível entender a situação financeira do seu negócio e, claro, tomar as devidas providências.

Além de mostrar se sua empresa dá lucro ou prejuízo, o DRE ajuda a dar uma ideia de crescimento e a analisar a evolução dos custos e recebimentos, entre outras coisas. Com ele, você vai descobrir se teve mais ou menos lucro mês a mês e também ano a ano. Dessa forma, fica mais fácil corrigir erros que dão prejuízo e aumentar as margens de lucro.

Para obter essas informações é preciso que você mantenha todas as contas bem organizadas, principalmente as de fluxo de caixa. Lançamentos devem estar atualizados, o que inclui extratos da conta bancária do seu negócio. Mesmo porque é isso que, no fim das contas, vai mostrar a saúde financeira do seu negócio.

O DRE complementa o fluxo de caixa. A data da competência é o que vale no DRE, ou seja, o dia em que a obrigação financeira foi contratada, mas não necessariamente paga. Contas (pagas ou a pagar) são considerados para o DRE, diferentemente do fluxo de caixa, que considera apenas o que foi pago, mas não diz se a empresa dá lucro ou prejuízo.

O que vale, para o DRE, é a data em que sua empresa contraiu a obrigação financeira. Por isso, mais importante é anotar o dia, o mês e o ano da nota fiscal emitida contra o seu negócio ou a assinatura do contrato com um fornecedor, por exemplo.

As ferramentas para checar o lucro ou prejuízo da sua empresa

O ideal aqui é contratar um pacote de serviços online para que essas contas sejam todas feitas automaticamente por um sistema voltado especialmente para isso. Isso vai facilitar muito a sua vida. No caso de comércio e indústria, valores e custos da venda também são incluídos. Contas a pagar e a receber, além de conciliações bancárias, são importantes e devem também serem adicionadas no DRE.

O ContaAzul disponibiliza o serviço de DRE online, entre outros. Você pode ajustar as categorias para classificar cada movimentação. Isso pode significar muito trabalho se você deixar passar muitos dias sem atualizar sua planilha do que entra e o que sai. Por isso, separe alguns minutos do seu dia para lidar com essa tarefa todos os dias.

O Sebrae também disponibiliza cadernos de gestão para ajudar a controlar a saúde financeira do seu negócio. Lá, os especialistas chamam o DRE de “apuração de resultado”. Para saber se sua empresa dá lucro ou prejuízo, em poucas linhas, faça essa conta:

Faturamento (vendas totais no período escolhido)
– Custos variáveis (custo da mercadoria vendida ou do serviço prestado)
= Margem de contribuição

Margem de contribuição
– Custos fixos (despesas que existem em razão do negócio)
= Resultado

Se o resultado der positivo, sua empresa deu lucro, se der negativo, ela deu prejuízo. E você saberá quanto em ambos os casos.