lojas de produtos naturais

O mercado de alimentos orgânicos e saudáveis tem crescido consideravelmente no Brasil, segundo o SEBRAE. Para o empreendedor, investir em uma loja de produtos naturais, seja online ou física, pode ser uma boa aposta em um nicho que cresce.

Os empreendimentos podem ser especializados em um único segmento, como alimentação, ou vender diversos tipos de produtos: cosméticos, roupas e suplementos alimentares. Além da preocupação com a saúde, há o anseio por preservar o meio ambiente e criar um futuro sustentável.

A loja de alimentos naturais pode ser a melhor escolha em razão da alta procura pelos produtos. Também segundo o SEBRAE, eles fazem parte da dieta do brasileiro, o que significa que os consumidores não devem deixar de comprá-los mesmo em um momento de crise econômica.

A alimentação saudável não precisa ser cara

As dietas veganas e vegetarianas também ganharam destaque no mercado nos últimos anos. Os veganos não consumem nenhum tipo de alimento ou produto de origem animal, como roupas de couro, laticínios e mel. Já os vegetarianos não comem carne.

Geralmente, esses produtos são mais caros e considerados elitistas, assim como os naturais. No entanto, é possível adotar dietas saudáveis sem gastar muito dinheiro. Recentemente, um texto sobre o assunto viralizou nas redes sociais. A carioca Thallisa Flor afirmou que dá sim para “ser vegana e favelada”.

Foto: Istock/Getty Images

Ela dá exemplos: o kilo da batata e outros legumes é mais barato do que o kilo de carne. A jaqueta de couro animal é mais cara do que a de couro sintético e assim por diante. Ela também defende que a dieta saudável e vegana é vista como elitista pois as informações não chegam na periferia. Restaurantes e lojas de alimentos naturais acabam cobrando mais caro, mesmo que o preço da comida não seja necessariamente superior.

Se é possível estabelecer uma dieta natural, vegetariana ou vegana sem gastar muito, também é possível abrir um estabelecimento sem tem tanto dinheiro ou para que não tem tanto dinheiro para gastar. Afinal, cuidar da saúde é uma preocupação de todos.

Dicas para abrir uma loja de produtos naturais

1 – Localização

No caso da loja física, é sempre melhor instalá-la em um local de alta circulação de pessoas, para que chame atenção e os clientes saibam onde encontrar produtos naturais quando quiserem. Outra ideia é instalá-la perto de academias e clínicas que tenham relação com saúde e bem-estar. Por fim, sempre prefira os locais de fácil acesso ao transporte público e saiba em qual público está mirando.

2 – Parcerias

Estabelecer parcerias com outros tipos de negócios que promovam saúde e bem-estar pode alavancar sua empresa. Você pode dar descontos para clientes de academias próximas, por exemplo, ou fazer acordos para que clínicas de estética divulguem seus produtos.

Parcerias também funciona para a loja online. Clientes de academia podem ter desconto para comprar no site e vice-versa. Em troca, divulga-se a marca do parceiro.

3 – Informações sobre os produtos

Os alimentos naturais têm apelo ao oferecer benefícios para a saúde do corpo e do meio ambiente. Aposte nisso na hora de fazer a divulgação e dê todas as informações. Muita gente não conhece os benefícios de certos produtos. Preocupe-se em esclarecê-los para o consumidor.

4 – Conhecer bem o próprio produto

Como os alimentos naturais oferecem uma série de benefícios, os vendedores devem conhecer bem suas características para informar os clientes. Se for contratar funcionários, faça um treinamento para garantir que eles conheçam os ingredientes e suas propriedades.

5 – Fornecedores e estoque

Procure por fornecedores certificados e que vendam alimentos de qualidade, sempre com o selo da Anvisa. Veja as referências e tome cuidado com a propaganda enganosa.

O estoque também precisa ser bem administrado, pois os produtos naturais costumam ter prazo de validade reduzido, bem menor do que os alimentos industrializados.