homem dando palestra para jovens sentados em circulo

Você tem um desejo muito grande de empreender, mas não consegue ter uma boa ideia de negócio? Por acaso, já pensou em olhar ao seu redor, ver quais são os principais problemas e pensar em soluções para eles? Pois saiba que para se dedicar ao empreendedorismo social basta estar atento e querer mudar a realidade para melhor. Mayra Mezzomo, fundadora da Vocaris Comunicação e Empreendedorismo Social, contou em um relato para o site Empreendedor Zerado, que para ser capaz de tocar um negócio social é preciso “trazer consciência das nossas competências e potencial transformador”.

Afinal, todos podemos fazer algo para melhorar o nosso entorno e, sim, ganhar dinheiro com isso. O primeiro passo é aprender com casos de sucesso no Brasil e no mundo, com a nossa própria história de vida e encontrar o que nos move, de acordo com Mayra. Só assim seremos capazes de abraçar uma causa e lutar por ela. A empreendedora social propôs um desafio a um grupo de jovens: eles deveriam escolher um problema social e encontrar uma solução para que aquele problema fosse resolvido.

Diversas ideias e ações foram feitas, entre elas, sessão de cinema na praça, coleta de lixo na praia, companha para entrega de donativos, realização de documentários, roda de discussão sobre violência de gênero e site com vídeo-currículos para colaborar com a empregabilidade dentro do bairro. As turmas de Mayra fizeram tudo isso sem gastar nada e contaram apenas com parcerias e uma boa articulação para realizar o que estavam propondo.

Qualidades de quem deseja fazer empreendedorismo social

Mayra defende que, para tudo isso acontecer, é preciso ter uma visão clara e muita resiliência, ou seja, habilidade para resistir, lidar e reagir de modo positivo em situações não muito favoráveis, muitas vezes. Ter disposição para aprender fazendo e ser capaz de reverter os erros em aprendizados valiosos também contam muitos pontos a favor quando tratamos de empreendedorismo social.

Quando estiver começando na área, sinta-se confiante, entregue-se às oportunidades e garanta a sua autonomia. É assim que você vai alcançar o que sempre sonhou. E, o melhor de tudo, fazendo o que gosta! Aliás, um outro bom indício de que você está no caminho certo é saber que as turmas que mais se divertiram no processo proposto por Mayra foram as que entregaram mais resultados. Imprevistos sempre vão acontecer, mas não deixe de curtir isso. Afinal, tudo será transformado em aprendizados.

Escolher metas possíveis e que possam ser entregues em um prazo curto são preferíveis, além de ser muito motivador.

Ser perfeccionista e querer fazer tudo nos mínimos detalhes não vai ajudar nesse momento. “Quem segue por esse caminho não entrega nada no final”, escreve Mayra. Conseguir realizar tarefas em um curto espaço de tempo é prazeroso e vai dar a você cada vez mais forças para seguir em frente.

Ativar seu networking para conseguir realizar um negócio social é essencial. A criatividade tem de ocupar o lugar do dinheiro, principalmente no início do empreendimento social. O esforço é grande, mas recompensa. “Ver todo esse talento a serviço de causas sociais é uma coisa linda de testemunhar”, afirma Mayra.

Portanto, bote fé na sua ideia de empreendedorismo social, siga em frente e brilhe muito!