dividir as tarefas com o marido

Se você divide a casa com muitas pessoas, é possível montar um cronograma de tarefas para cada um. Por exemplo, na segunda-feira a pessoa A fica responsável por lavar a louça, enquanto a pessoa B tira o lixo e a pessoa C varre a casa. Na terça-feira, os papéis se invertem.

No sábado, a pessoa A limpa o banheiro, a pessoa B cuida da cozinha e a pessoa C faxina a sala. No final de semana seguinte, os papéis se invertem. Dessa forma, todos participam das diferentes tarefas e ninguém sai injustiçado.

Se você é mulher e trabalha fora, provavelmente dá conta dos afazeres domésticos depois do expediente ou durante os finais de semana. Dividir as tarefas com o marido ou com outras pessoas que vivem sob o mesmo teto, filhos e filhas mais velhos, é importante para não sobrecarregar ninguém e permitir que sobre tempo para que cada um invista nos seus projetos pessoais e até empreenda.
Lilian Almeida, assistente de projetos na Aliança Empreendedora, acredita que por mais que a mulher empreenda, trabalhe muito e passe horas na rua, os trabalhos domésticos ainda são função dela. É como se ela tivesse um serviço extra e isso pode não ser saudável.
“De certa forma atrapalha porque ela fica sobrecarregada. Apesar de o sexo feminino ser multitarefa e dar conta de várias coisas, atrapalha na organização do dia a dia”, opina. “Cuidar da casa e dos filhos e ainda dar conta de trabalhar pode atrapalhar o desenvolvimento de algumas atividades”, completa.
Não é porque a mulher é multitarefa que ela deve dar conta de tudo sozinha. Muitas pedem ajudas dos filhos, principalmente das meninas — o que é um efeito do machismo na sociedade. Mas para Lilian, esse cenário está mudando: mais mães estão dividindo os afazeres igualmente entre os filhos dos dois sexos.
“As empreendedoras com quem tenho trabalhado ainda dão para as filhas o serviço de cuidar do irmão, alimentá-lo e levá-lo na escola. Mas sinto que elas já estão percebendo que todo mundo tem que participar. Os meninos já estão ajudando mais”, diz.
Aprender a dividir as tarefas domésticas é importante, principalmente para empreendedoras que precisam de tempo e energia para investir em seus negócios. Mas para Lilian, existem mulheres que gostam de estar na posição de responsável pela casa. Há, ainda, aquelas que sequer sabem que estão nessa posição e conscientizar é fundamental.
“Acho que isso não está longe de mudar e está vindo das novas gerações. O compartilhamento tem sido maior. A mulher não está lá só para servir o marido ou o namorado”, afirma. “Aquelas mulheres que não se sentem confortáveis nessa posição devem tomar uma atitude. Não precisa se radical, e sim com calma e paciência. Com carinho tudo dá certo”, acredita.

Como dividir as tarefas com o marido

Se você é a principal responsável pelas tarefas da sua casa e quer mudar essa realidade, o primeiro passo é introduzir o assunto aos poucos. Discutir, exigir ou confrontar seu parceiro ou seus filhos ou mesmo colegas de casa assim que eles chegam cansados do trabalho será desgastante e provavelmente não irá resolver o problema.
“Tem que ser aos poucos, devagar. Não dá para chegar em casa um belo dia e falar para o marido que ele vai lavar e passar. Tenha paciência para conversar com esse marido, traga o assunto para ele aos poucos, mostrando como é importante que ele participe”, orienta Lilian. “Afinal, ela não vive sozinha naquele ambiente e, portanto, não é a única responsável”.

Foto: Istock/Getty Images

Aos poucos, vá pedindo ajuda para certas tarefas e argumente sobre a necessidade de dividir igualmente os afazeres. Também é importante testar várias formas de fazer isso. Uma forma de fazer funcionar é permitir que cada um assuma a função que prefere fazer. Há pessoas que adoram cozinhar, mas detestam lavar a louça. Há aquelas que não se importam em limpar o banheiro, mas não suportam passar roupa e assim por diante.

Outra ideia é combinar um dia da semana para fazer uma força-tarefa e faxinar a casa em conjunto. Limpar em grupo pode ser mais divertido e menos cansativo. Vocês podem até colocar uma música para alegrar o ambiente e combinar de fazer uma refeição gostosa no fim da limpeza.

Divida as tarefas antes de casar

Quem vive em república sabe que as tarefas são divididas entre os moradores antes de se mudarem. Os novos integrantes seguem as regras estabelecidas desde o início. Se você planeja se casar ou juntar os trapinhos com seu companheiro em breve, estude a ideia de conversar sobre os afazeres domésticos antes de concretizar a mudança.

Casais que estão prestes a morar juntos geralmente estão muito empolgados e querem conversar sobre a mobília, a localização do imóvel, as refeições da semana… enfim, tudo que não envolva quem vai ficar responsável por limpar o chão. Mas definir algumas regras antes da mudança poderá evitar brigas no futuro que podem levar a um desgaste da relação.

Foto: Istock/Getty Images

“Se essa conversa acontece desde o início facilita muito, pois cada um já fica sabendo da sua responsabilidade”, explica Lilian. “Muitas mulheres não fazem isso e depois percebem que tem muita coisa nas costas dela”.

Já está nessa situação? De cabeça fresca, fale o que está sentindo e sugira a mudança de rotina. Para Lilian, o mais importante é não se sobrecarregar.

“Cada uma se organiza de um jeito e acaba dando conta das coisas, esse é o nosso problema [das mulheres]. Por mais que joguem tudo em cima de nós, a gente dá conta. Mas não devemos abraçar o mundo com as pernas. ‘Preciso dar conta disso, preciso dar conta daquilo’. Mas em primeiro lugar, você precisa dar conta de si mesma. Pare um pouco e pense em como está se sentindo”, finaliza.

Como você divide as tarefas de casa com seu companheiro, seus filhos ou seus colegas?