empresários sentados em mesa conversando
Se você precisa fazer algum pagamento, cobrança de título ou empréstimo de dinheiro em seu negócio, uma boa opção é entrar para uma cooperativa de crédito. Ela funciona como uma associação de pessoas, sem fins lucrativos, e com o objetivo de oferecer crédito e produtos financeiros a seus associados. Em uma cooperativa o que mais importa são as pessoas , e não apenas o dinheiro. Todos os associados têm os mesmos direitos, mesmo que suas cotas sejam diferentes.

O objetivo da cooperativa não é o lucro. É claro que precisam haver sobras para manter a instituição funcionando, mas esse resultado é isento de tributos e se reverte em benefício ao associado. Trocando em miúdos, isso significa redução de taxas de juros e tarifas. Além disso, toda cooperativa de crédito deve ser integrante do Sistema Financeiro Nacional (SFN) e é fiscalizada pelo Banco Central do Brasil.

Para escolher a cooperativa de crédito ideal, fique atento ao que cada uma delas oferece. Preste atenção naquela que mais combina com o seu tipo de negócio. Se o seu ramo é comercial, industrial ou prestador de serviços, há dois tipos de cooperativas de crédito que melhor vão atender você: as de micro e pequenos empresários e microempreendedores, e as de livre admissão de associados. Agora, se você se enquadrar como dono de um pequeno negócio e livre admissão de associados, saiba que você pode se filiar a uma Cooperativa Central de Crédito e a uma Confederação de Crédito.

O que você vai precisar para entrar em uma cooperativa de crédito

Ao receberem uma proposta de associação, as cooperativas vão precisar de alguns documentos seus:

Ficha com uma proposta assinada;
Documentos de identificação (RG, CPF) e residência;
Depois de aprovada a participação, você deverá escolher o número de cotas e aplicar a quantia que desejar.
O valor inicial pode ser bem baixo, simbólico mesmo, e o novo associado poderá fazer novos aportes ao longo do tempo. Caso deseje sair da cooperativa, você receberá todo o dinheiro investido de volta. No caso de falecimento, o valor das cotas será repassado aos herdeiros.
Então, informe-se sobre as cooperativas de crédito que melhor podem atender você antes de se associar. Procure informações em agências e nos sites de algumas das mais populares cooperativas, como
Sicoob
,
Sicredi
,
Confesol
,
Unicred
,
Cecred
e
Uniprime
. Todas elas oferecem taxas de juros reduzidas e muitas não cobram nem tarifas por seus serviços, como fornecimento de talões de cheques, transferências, cadastros. A outra boa notícia é que os rendimentos normalmente são maiores do que os oferecidos pelo mercado.  
E, por ser uma cooperativa, o associado não é atendido como um simples cliente, mas como um de seus donos. E, mesmo que haja perdas, o valor poderá ser recompensado com resultados futuros. Sua parte nas sobras pode ser devolvida em dinheiro ou na aquisição de mais cotas, a depender da decisão da assembleia.
Então, coloque tudo na balança e se informe o quanto antes sobre a cooperativa de crédito que melhor atende você. Iniciativa que existe no Brasil desde 1902, ela só pode fazer você e o seu negócio brilharem ainda mais.