Mulheres Brilhantes
Por que você precisa ler este texto?
Ter um canal no YouTube monetizado e que gera receita é uma das formas de manter o próprio negócio ou ganhar um dinheiro extra. Saiba mais.

Em 1961, Jean Nidetch tinha 38 anos e pesava 97kg. Certo dia, um vizinho perguntou quando o bebê iria nascer. Não havia bebê nenhum. A dona de casa se olhou no espelho e resolveu emagrecer. Sua determinação a ajudou a chegar aos 64kg e ainda a estimulou a fundar o Vigilantes do Peso, um dos programas de emagrecimento mais famosos do mundo.

Jean nasceu no Brooklyn, em Nova York (Estados Unidos), filha de um taxista e de uma manicure. Conheceu o futuro marido, Marty Nidetch, em uma lanchonete. Os dois se casaram em 1947.

O sobrepeso acompanhava a dona de casa desde a infância. Ao longo da vida, tentou diversas dietas, remédios e tratamentos para emagrecer, mas nada surtia efeito. Tudo mudou após o episódio da falsa gravidez. Buscou ajuda em uma clínica em Nova York e começou a seguir algumas dicas simples que pareciam fazer a diferença.

As principais orientações consistiam em não pular refeições, comer peixe cinco vezes por semana, ingerir mais frutas e vegetais e reduzir a quantidade de carboidratos e açúcares. Nada de novo sob o sol, né? Mas deu certo. No ano seguinte, ela alcançou seu objetivo de chegar aos 64 kg.

O Vigilantes do Peso

Durante seu processo de emagrecimento, Jean começou a organizar reuniões com conhecidos para falar sobre o assunto em sua casa. Ela contou o que tinha aprendido na clínica e os seis participantes começaram a compartilhar suas experiências. Aos poucos, novos integrantes foram surgindo e foi preciso arrumar mais cadeiras para acomodar tanta gente na sala de estar. Em seguida, os encontros começaram a acontecer no porão, onde havia mais espaços.

Os participantes – em sua maioria, mulheres – estavam muito felizes por terem companhia para enfrentar o processo do emagrecimento. Jean começou a cobrar US$2 como taxa de admissão para o grupo, mas ainda não pensava que aquele seria o início de um grande negócio.

Em 1963, por insistência de amigos, fundou o Vigilantes do Peso. Um dos integrantes trouxe um empresário para uma das reuniões, que ajudou Jean a bolar um plano rentável. Eles decidiram licenciar franqueados pelos Estados Unidos para que começassem suas próprias reuniões.

Jean ganhou dinheiro suficiente para adquirir um bloco de apartamentos e uma companhia de ônibus. Mais tarde, em 1978, vendeu a empresa, mas continuou prestando consultoria para a organização e atuando como sua “garota propaganda”.

A empreendedora casou-se duas vezes e viveu até os 91 anos. Sua morte, em 29 de abril de 2015, foi noticiada por grandes veículos de imprensa, como o jornal britânico The Guardian.

Hoje, o Vigilantes do Peso é uma empresa bilionária presente no mundo todo – inclusive no Brasil. Atualmente, oferece um programa conhecido como ProPontos, no qual a pessoa não precisa abrir mão de suas comidas preferidas. Os pontos são determinados pelas calorias e fibras ingeridas. O participante emagrece ao reconhecer que excessos devem ser evitados, adequando os pontos aos alimentos. Além de auxiliar a perder peso, a dieta propõe uma reeducação alimentar para uma vida mais saudável.