É um modelo de negócio que permite usar uma marca já consolidada e padronizada. A empresa, chamada “franqueador”, cede os direitos, ensina os conhecimentos necessários (lembra do know-how?) para a montagem da nova unidade e dá treinamento aos futuros funcionários, entre outras coisas. Em troca, ela recebe uma taxa de franquia e porcentagens nos lucros. No Brasil, existem franquias famosas como O Boticário, Kumon, Mania de Churrasco! Prime Steak House, entre várias outras.

Como usar:

Exemplo 1
“Estou estudando abrir uma franquia de uma marca que vende muito bem. Preciso agora escolher bem o ponto onde vou abri-la.”

Exemplo 2
“Uma ótima opção para quem tem pouco dinheiro para investir e deseja rápido retorno é, muitas vezes, abrir uma franquia.”