A palavra faturamento faz parte do vocabulário cotidiano de qualquer dono de negócio. O conceito é simples: é a soma dos valores de todas as vendas feitas pela empresa durante certo período. Calculá-lo com frequência é muito importante, pois diz respeito a boa parte do dinheiro que entra em caixa e serve de base para pagar impostos devidos ao governo.

Por exemplo, você é costureira e oferece serviços a três preços: R$15, R$40 e R$120. Em dezembro, você fez:

12 serviços por R$15 = R$180
10 serviços por R$40 = R$400
15 serviços por R$120 = R$1.800
180 + 400 + 1.800 = 2.380

Seu faturamento em dezembro foi R$2.380.

Também é importante notar a diferença entre faturamento bruto e faturamento líquido. O primeiro é a soma de todas as vendas, sem descontar os impostos pagos por elas. A segunda é o resultado da soma das vendas, já com os devidos descontos.

Como usar a expressão “Faturamento”:

Exemplo 1:
“Estou preocupada, pois o faturamento da minha empresa vem caindo a cada mês”.

Exemplo 2:
“O faturamento dos últimos três meses foi superior ao faturamento dos três meses anteriores. Por outro lado, tive mais gastos, então os lucros foram similares”.