Empreendedorismo social descreve negócios sociais que são criados e geridos na lógica do empreendedorismo contemporâneo. Ou seja, o termo serve para unir uma série de maneiras de ter um negócio que cause, antes de tudo, impacto social. Além disso, projetos de empreendedorismo social precisam ser autossustentável financeiramente e solucionar algum problema relevante para a humanidade.

Mas como causar transformações custa dinheiro, é preciso organizar as atividades que você exerce para gerar receita suficiente para manter o negócio. Muitas vezes empreendedores sociais costumam ter desafios diferentes, já que  todo valor que entra serve para cobrir os custos, e não necessariamente é distribuído entre os sócios na forma de lucro como em um negócio tradicional.

Como usar o termo empreendedorismo social:

Exemplo 1
“O empreendedorismo social usa o que há de melhor no crescimento de pequenas empresas para ajudar o mundo.”

Exemplo 2
“Acho que você está descrevendo um negócio com a cara de um empreendimento social: autossustentável e que resolve um problema real das pessoas.”