É uma empresa que investe em startups, oferecendo apoio gerencial, técnico e acesso a uma rede de contatos. A ideia é dar visibilidade e credibilidade, para ajudar quem está começando a sobreviver no mercado, obter investimento e chegar ao ponto em que consegue pagar as contas com as receitas do negócio. A aceleradora também investe uma verba, o chamado survival money (em português, dinheiro de sobrevivência), e vira sócia da startup, com um porcentual que costuma variar de 5% a 20%. O processo dura de três meses a um ano. É diferente das incubadoras, que costumam ser ligadas a universidades e “incubar” a startup por mais tempo.

Como usar:

Exemplo 1
“Vou preparar uma apresentação bem caprichada do meu novo negócio para um evento e ver se alguma aceleradora resolve embarcar no meu sonho. Seria um impulso e tanto.”

Exemplo 2
“Para conseguir crescer mais, precisaria de uma aceleradora que pudesse investir no meu negócio.”